quinta-feira, 7 de junho de 2012

Inconsistência

Bem solta, meio arranhada
Parou de rezar, me preocupei


- O mesmo filme do mês passado:
Ele está de costas, ainda cantando.
"Não se venda, não se ofereça."
Antes sua, agora nossa (preocupação)


Queremos assim, conturbado,
Proliferando o insosso mais uma vez.


Morena, não se magoe.
Não vale, não vale a pena.


Pois é, fugi, saí.
Não tenho mais onde morar.
E se seu lar não for aí, pouco importa,
Mantenha-se longe daqui.


Caindo de novo, ao contrário.
Pulmões treinados, ritmados
Só desejamos um dia feliz,
Regado à mansidão e alguma fumaça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário