terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Bom Menino

Só quer o doce, a atenção, a caridade. 
Piedade, por nunca ter tido amor na verdade.


Corre solto, descalço, destemido.
Brilho nos olhos, o espírito desprendido.


Nada sabe, nada sente, desde então.
Nunca se importou, nunca tocaram-lhe o coração.


Não vasculhou por amor em nenhum lugar
Não possui o tal talento para amar.

É simples, fácil entender,
O menino só não quer crescer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário