quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Girando

  Foi só mais um dia perdido, desperdiçado, um dia inteiro, gasto pensando, pensando, pensando, pra chegar a lugar nenhum. Pra chegar a conclusão de que na verdade, eu não controlo nada. 
  O mundo, o meu mundo pelo menos, está fora de controle. Não que alguém coordene o que acontece, não que eu tenha dado o controle a alguém. Ele simplesmente está sem governantes. Girando por si mesmo, o tempo passa sem pedir permissão. As pessoas vêm e vão sem nem olhar nos meus olhos. O dia vira noite e eu nem me mexi. Não parece que estou vivendo, estou simplesmente sobrevivendo.
  As coisas vão mudar, logo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário