sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Verdades.

  Perdoe-me por não ser quem você esperava. Desculpe-me por não tirar a máscara antes, por só te mostrar a verdade má que eu escondia agora. Mas acontece que são feridas tão profundas, que demorarão a ser curadas e eu preferi escondê-las a te mostrar o quão grave elas podem se tornar.
  Não queria te preocupar com minhas perdas, muito menos te decepcionar com meus erros, mas eu preferi te mostrar quem eu sou e todos os fardos que carrego agora do que esperar até eles se tornarem pesados demais pra que eu possa esconder...
  Só me prometa que amanhã, quando eu acordar, você estará aqui do meu lado, admirando meu sorriso preocupado. Se não, me avise agora, pra que eu pare de sorrir antes que seja tarde demais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário