terça-feira, 16 de agosto de 2011

Seria isso amor?

  Eu tinha jurado a mim mesma que não ia ceder. Que seus abraços seriam apenas abraços. Que seu olhar não me afetaria. Que sua risada nervosa não faria meus olhos brilharem... Jurei que palavras se resumiriam a sons sem valor. Fiz o máximo para evitar na minha memória as lembranças do seu rosto perto do meu e do seu cheiro invadindo meus pulmões e me viciando.
  Mas eu não consigo. Toda vez que te vejo passar, sem ao menos olhar para mim, eu sonho com tudo o que ainda podemos construir, com toda a alegria que eu exalaria se tivesse você comigo.
  Você se tornou meu porto seguro. Seu colo se tornou meu novo lar e se eu pudesse nunca mais iria para longe de você. A cada mísero "oi", meu coração já grita dentro de mim... Talvez seja cedo, talvez eu esteja exagerando como sempre, mas eu tenho que dizer que você desperta o melhor de mim e não há motivos pra eu lutar contra isso.



Nenhum comentário:

Postar um comentário