terça-feira, 2 de agosto de 2011

Amar cegamente.

  Ando com a cabeça tomada por você esses dias... Ando voando, sonhando acordada, perdida, viajando, pensando em tudo o que fizemos aquela noite. Relembrando cada toque, cada sussurro, os sorrisos, o seu gosto, o seu cheiro, a alegria de ter você ao meu lado. 
  Mas ao mesmo tempo, também sou dominada pela dor de saber que em nenhum momento você parou pra se lembrar de mim. Lembrar que naquele dia eu sorri de um jeito diferente, que você se tornou dono do meu mundo, que por mais que eu não demonstre é você que me faz acordar todos os dias e sair da cama confiante pra seguir com a minha vida e enfrentar todos os problemas. Sabe, nos meus sonhos, você também me ama. Você se importa de verdade comigo, me olha com carinho e eu nunca derrubei uma lágrima sequer por você.
  Não sei por qual motivo eu ainda continuo a me iludir. Mas me senti perfeita, quando percebi que eu podia te dar todo o prazer e felicidade que você merece. Só espero que não doa demais te amar tão cegamente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário