sexta-feira, 29 de julho de 2011

Um Estranho no Meu Mundinho

  Foi tão rápido. Você entrou quietinho, devagar, meigo, e foi ocupando cada dia um espacinho maior no meu coração. Foi tomando conta dele, me passando confiança, se preocupando comigo, escutando minhas palavras em horas que nem eu mesma queria escutá - las, me entendendo perfeitamente em horas que eu sentia como se eu não me encaixasse direito no mundo...
  Você entrou na minha vida e não sei porquê eu simplesmente deixei, sem exitar. Te mostrei tudo o que guardava dentro de mim, te contei todos os medos, as dores, as falhas, as verdades, as conquistas, as alegrias e até as decepções que mais doeram em mim. Eu simplesmente peguei meu coração e entreguei nas suas mãos. Não me pergunte qual o motivo, pois nem eu sei. 
  O mais engraçado é que o tempo nem passou tão depressa pra gente e quando eu vi, você já estava lá, dentro da caixinha do " para sempre " sorrindo pra mim. 







                                                                                        Dedicado ao meu mais novo irmão, Matheus Portugal Lopes.

2 comentários: