segunda-feira, 25 de julho de 2011

Ilusões II

  É engraçado esse meu medo de perder o que nunca foi meu... Esse receio de não ter você comigo todos os dias, mesmo que eu nunca tivesse tido você de verdade. Essa minha necessidade de te olhar todos os dias, de falar com você, de me agarrar a um mísero boa noite a cada fim de tarde.
  Talvez esteja exagerando, vendo promessas onde só há palavras, sentimentos onde só há compreensão, vendo um futuro feliz onde só há um presente agradável... Mas tudo isso vale a pena, se é pra esquecer de um passado cheio de dor e mágoas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário