terça-feira, 28 de junho de 2011

Despedida.

  Esqueça meu cheiro, meu gosto, meu olhar desesperado aguardando o seu pra me acalmar. Esqueça minhas palavras, meus gestos, minhas fotos e minhas cartas.
  Nossos sonhos, desejos, alegrias, esperanças, dores e amarguras. Apague tudo que construímos da sua memória o mais rápido possível. Não volte atrás do meu carinho, meus beijos, meu afago nem da minha compreensão.
  Delete minha imagem da sua memória, destrua os pensamentos que se referem a mim, as lembranças, os planos e tudo mais o que restar.
  Simplesmente me esqueça, porque diferente do que eu prometi, eu não vou voltar. Não sou eu quem te levará até seu final feliz, muito menos serei eu quem passará a eternidade ao seu lado...


Me desculpe...

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Dor.

  Não havia mais como. Ou porquê. Sem esperanças, sem lembranças, nem mesmo amor. Toda a amargura escorria por seus pulsos, todo o ódio, a repressão, a indignação dentro dele escorriam como lágrimas vermelhas que finalmente se libertavam.
  Enquanto ele sorria com a dor e chorava emocionado, finalmente se libertando, eu apenas o fitava tentando entender como ele nunca enxergou que havia alguém ali, que sofria com ele, sorria com ele, alguém que o protegia, alguém que podia mostrá-lo o verdadeiro sentido do amor.
  E ele simplesmente desistiu...


sexta-feira, 3 de junho de 2011

Só Nós Dois

  Todos me dizem que é errado, que eu não devo ceder, que eu não devo te dar valor, mas de certa forma, eu ainda vejo aquele olhar de menino, preso dentro de você... Um olhar que só eu conheço.
  Por mais que eu saiba que eu não devo voltar para você, por mais que eu não precise de você nunca mais, por mais que eu te olhe séria, ou te ignore, só nós dois sabemos que por dentro, eu estou sorrindo, com muito carinho, te dizendo que um pedaço de você ainda está preso em mim e talvez eu não queira que ele se solte nunca... Por que eu não quero te perder definitivamente.
  Mas eu nunca vou deixá - los perceber o quanto você ainda é especial para mim e sempre será...