domingo, 22 de maio de 2011

Desabafo.

  Meio perdida, confusa, invadida, não sei nem dizer na verdade como eu me sinto. Não sei se estou certa ou errada, acredito e desacredito nas pessoas em questão de minutos. As pessoas vão passando e remexendo nos meus sentimentos como se meu coração fosse um baú velho e as pessoas estivessem curiosas pra ver o que está dentro dele e no que eles podem mexer...
  Cansada demais de errar, de me perder, de me machucar e perder a voz toda vez que tento me explicar. No final, nem eu mesma me entendo. Nem quando fecho os olhos tenho paz, porque os sentimentos de culpa me invadem e a única razão de eu não desistir é o amanhã, que já me pareceu bem mais promissor...
  Assim, eu me escondo cada vez mais, vou mais fundo no meu mundinho, me isolando das pessoas, porque no meu mundinho ninguém entra, lá só existe eu e mais ninguém. Mas com isso as pessoas vão ficando distantes, sumindo, eu vou esquecendo elas, perdendo os momentos bons da minha memória, acabo queimando as fotos, rasgando as poesias, apagando lembranças de momentos perfeitos que eu não quero que voltem, só pra não me torturar comparando eles com o hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário