segunda-feira, 18 de abril de 2011

Amor Reprimido

 Tão perto, mas tão distante ao mesmo tempo. Vejo que você está ali. Parado. Só esperando eu ir ao teu encontro, mas eu não consigo. Meu corpo congela, meus sistemas param. Não consigo chegar até você. Não consigo te tocar. Abro então meu sorriso mais sincero e te ofereço. Você aceita. Mas nós dois sabemos que sorrisos não são o bastante para gritar tudo o que há entre nós.
  Finjo não ligar, não querer saber. Mas a nossa música ainda toca nos meus fones. E é tão linda, que por um minuto eu desisto de tentar resistir e canto como se fosse a última que eu escutaria.
  Aí vem a noite, que eu gasto tentando te ignorar. Aparentemente funciona, mas bem no fundo, ainda há migalhas de um amor reprimido, interminado. Mas como é noite, eu prefiro dormir. Dormir pra nem pensar em voltar a esse amor. Pra reprimir tudo, pra guardar as lágrimas. Só assim, no dia seguinte, eu arrumo forças pra sorrir para você novamente.

4 comentários:

  1. remember what you wore in our first date
    You came into my life
    And I thought "hey you know this could be something"

    'Cause everything you do and words you say
    You know that it all takes my breath away
    And now I'm left with nothing

    So maybe it's true that I can't live without you
    And maybe two is better than one
    There's so much time to figure out the rest of my life
    And you've already got me coming undone
    And I'm thinking two is better than one

    ResponderExcluir
  2. When I was younger
    I saw my daddy cry
    And curse at the wind
    He broke his own heart
    And I watched
    As he tried to reassemble it

    And my momma swore that
    She would never let herself forget
    And that was the day that I promised
    I'd never sing of love
    If it does not exist

    But darling,
    You are the only exception
    You are the only exception
    You are the only exception
    You are the only exception

    ResponderExcluir
  3. isso é pura maldade e vc sabe... oaksokaks'

    ResponderExcluir